É muito fácil encontrar informações sobre a emissão da certidão de nascimento no Brasil. Porém, como ocorre a certidão de nascimento em outros países? De acordo com a agência da Organização das Nações Unidas (ONU), em média 80 países não possui um sistema de registro civil, o que acaba por dificultar a emissão de documentos. Uma das maiores opções dos brasileiros é Miami, que fornece a cidadania. 

Certidão de Nascimento em outros países

Se você está fora do Brasil e deseja que seu filho tenha a cidadania do local em que está é preciso estudar sobre o país, já que a certidão de nascimento varia muito de acordo com cada local. Em muitos casos, os documentos pedidos são bem parecidos com os solicitados para a emissão da certidão brasileira. 

Na França, por exemplo, os filhos de pai e/ou mãe brasileiros, nascidos no país, são considerados brasileiros natos. O registro do nascimento, portanto, ocorre em Repartição Consular brasileira garante a aquisição da nacionalidade brasileira originária (e não a francesa). A certidão de nascimento é importante, pois concede o passaporte brasileiro ao menor. 

Já nos Estados Unidos a cidadania é feita. Neste caso, os pais precisam comparecer pessoalmente ao Consulado para assinar e retirar a Certidão de Nascimento. certidão de nascimento americana contém as seguintes informações: nome, data, hora e cidade de nascimento da criança/registrando, além do nome dos pais (long form).   

Da mesma forma ocorre na Inglaterra. O registro consular de nascimento, neste caso, é realizado com base na certidão britânica de nascimento. A certidão tem o objetivo de comprovar o nascimento e a filiação do registrando. Para entrar com o pedido é necessário apresentar o Consulado o original da Certified Copy of an Entry (full form). Depois disso, oBirth Certificate (short form), é entregue, de maneira gratuita, após o registro.