A rotina dentro do ambiente cartorial inclui diversos profissionais, que atuam em funções variadas, e que podem possuir alguns aspectos diferentes em comparação com diferentes cartórios, como a diferença entre um Cartório de Registro Civil e os de Registro de Imóveis. 

Para exemplificar melhor como funciona o ambiente do cartório, trouxemos como exemplo o Cartório de Registro de Títulos e Documentos, ambiente que possui diversas funções, como as de realizar o registro de documentos gerais, como contratos que têm por objetos bens móveis e ser responsável por fazer notificações extrajudiciais, como as de cobrança, por exemplo. Outra atividade realizada por esse ambiente cartorial é a função suplementar ou residual, realizando serviços que, a priori, são de competência de outros cartórios.  

Após entender como funciona o ambiente do cartório, percebemos que diversos profissionais são necessários para manter o ambiente e ordem. Dentre eles, está o auxiliar administrativo cartorial. Este profissional é responsável por realizar separação e classificação de documentos para autenticações e reconhecimentos de firma, bem como as demais atividades de um cartório como, por exemplo, escrituras, inventários, procurações, autenticações, condomínio, contratos, declarações, reconhecimento de firma, certidões de protesto, lavratura de protesto entre outras atividades.  

Como ingressar no cargo  de auxiliar administrativo cartorário

A pessoa que deseja ingressar na atividade de auxiliar administrativo no cartório precisa passar por concurso público, tendo em vista que não é permitido que qualquer serventia permaneça com vaga em aberto, sem abertura de concurso de provimento ou de remoção, por mais de seis meses. Na maioria dos cargos, para a realização do concurso é necessário que os candidatos possuam, na maioria das vezes, o ensino médio completo, e o salário costuma ser acima de R$1.000,00, para a carga horária de 40 horas semanais. 

Assim, é possível observar que o auxiliar administrativo tem uma grande responsabilidade de auxiliar nas atividades do cartório, bem como na digitação e controle e emissão de certidõesde maneira a realizara organização e controle de arquivos dos livros do cartório. Outra atividade realizada pelo auxiliar administrativo imprescindível para o funcionamento do cartório é a elaboração de ofícios a corregedoria e respostas ao Ministério Público 

A Constituição Federal brasileira conta com uma lei responsável por regularizar as atividades desse profissional, de maneira a disciplinar a responsabilidade civil e criminal dos notários, dos oficiais de registro e de seus prepostos, e que define a fiscalização de seus atos pelo Poder Judiciário.